Quem somos

Seja muito bem-vinda (o) ao Sentir Mulher.

Somos um espaço diferenciado, que oferece assistência clínica multidisciplinar. Nossa equipe de profissionais busca ouvir, acolher, entender e direcionar as pessoas para a sua transformação pessoal, priorizando, sempre, a qualidade de vida.

Atuamos na busca pela saúde mental feminina e também na reconstrução familiar, pois entendemos que o bem-estar da mulher está relacionado ao equilíbrio da família.

Nós, mulheres, somos cíclicas, e essas constantes mudanças pelas quais passamos em cada fase da vida nos tornam vulneráveis às transformações mentais e físicas, principalmente após a maternidade. Mas essa passagem não precisa ser solitária. Por isso o Sentir Mulher está de portas abertas!

É preciso praticar a sororidade! É essencial resgatar a natureza feminina! Esse é propósito Sentir Mulher!

Daniela Bittar e Juliana Parada, fundadoras do Sentir Mulher

Daniela Bittar

Daniela Bittar

Formou-se em psicologia pela universidade Fumec (1999). Logo em seguida se mudou para o exterior, onde morou por uma década e se especializou em psicologia infantil, puerperal e reconstrução familiar. Quando retornou ao Brasil, já muito engajada na causa da psicologia familiar e humanista, investiu a sua carreira no atendimento às mulheres e desde 2008 atua nas áreas: puerperal, perinatal, família, casal, perda gestacional e neonatal. Daniela Bittar também é palestrante em congressos e empresas, ministra cursos e atua como facilitadora de grupos terapêuticos. É uma das fundadoras do Sentir Mulher - espaço clínico transdisciplinar de assistência à saúde mental da mulher e família, e do Gamas - Grupo de Apoio às Mulheres.

Juliana Parada

Formada em Medicina e Residência Médica em Psiquiatria pela Universidade Estadual Paulista, é responsável Técnica e Diretora Clínica do Sentir Mulher. Atuou por mais de dez anos em dispositivos de assistência em saúde mental do SUS, valorizando a atuação multidisciplinar em equipe. Organizou e coordenou o Serviço de Dependência Química do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG), onde também atuou como Psiquiatra Urgencista em Hospital Geral e Preceptora da Residência Médica em Psiquiatria. Autora convidada de capítulos de livros e palestrante de eventos científicos e capacitações em saúde mental para equipes multidisciplinares, vem atuando com saúde mental da mulher e saúde mental perinatal em contexto privado nos últimos cinco anos. É membro da Marcé Society for Perinatal Mental Health e ativista pela saúde mental materna, aleitamento materno e humanização do nascer e morrer, e atua como voluntária do Grupo Colcha de Retalhos, de Apoio ao Luto Perinatal.

Daniela Bittar